Observatório Alviverde

03/02/2013

EM BUSCA DO ENTROSAMENTO E DA REGULARIDADE!





O ideal, para qualquer time, é atingir a regularidade.

Dos clubes brasileiros, ultimamente, só Flu e CU-rintia atingiram esse estágio.

Tanto um quanto o outro, regularissimos, brilharam na temporada passada.

O Flu ganhou o Brasileiro .

O CU-rintia, a Libertadores e o seu segundo Mundial inter-clubes.
 
@@@@@@@@@@

O Palmeiras, agora com Nobre e sob Kleina, dista milhares de quilometros da regularidade.

Tudo porque o time sequer está formado, apenas formatado.

É, ainda, um rascunho, um esboço e não está consolidado.

Por isso, que nenhum palmeirense espere sequencia de vitórias.

Se vierem a ocorrer, terá sido sorte, coincidência, exceção ou um capricho do futebol.

 Caso o Palmeiras derrote o XV em Piracicaba - espero que sim - ótimo!

Na hipótese de jogar mal e empatar ou perder, não me causará aborrecimento ou espécie! Paciência!

Não se forma time de futebol de um dia para o outro, em um passe de mágica!

@@@@@@@@@@

Kleina anuncia a manutenção da equipe que venceu o Bernardão. 

Isso é muito bom!

Por quê?

Porque regularidade pressupõe entrosamento e só se entrosa uma equipe se, na medida do possível, mantiver-se a mesma escalação ou, em pior hipótese, a mesma base.

Critiquei, há tempos, essa faceta negativa do irriquieto Felipão que, para cada jogo escalava um time diferente. Um tiro no pé!

Como o Palmeiras poderia se entrosar, ganhar conjunto, padrão de jogo e ser uma equipe regular, sem a necessária continuidade tática?

Isto só se consegue com o tempo, através da manutenção das peças atuando em conjunto, evoluindo e aprimorando a cada jogo!

Reafirmo que continuo cético em relação a Kleina quanto a sua manutenção e continuidade à frente de nosso elenco.

Não aposto um único centavo que ele resista às pressões do Paulistão, caso o time não cumpra uma campanha de qualidade.

Nem que resista à rejeição de dirigentes estúpidos e apedêutas, metidos a sabichões  que tentarão fazer a cabeça do novo presidente

Isso tudo e à implacável perseguição acompanhada das tradicionais ameaças dos "manchados", seguidores e assemelhados que já começa a pintar nos blogs, sites palmeirenses e nos sites de relacionamento.

Entretanto, quando vejo GK procurando alternativas táticas e não as individuais para a solução de nossos problemas, hábito vicioso do cabeçudo que o antecedeu, fico, até certo ponto, animado e otimista! Tomara que ele acerte!

Ao definir um time base, Kleina dá plena confiança aos jogadores e demarca o papel que cada jogador desempenha no contexto do grupo.

Justamente o que fez Tite em nosso maior adversário, que não tem craques - nenhum - mas joga com garra, força, obediência tática e determinação, dentro de um esquema consistente de total solidariedade.

Ao estratificar seu elenco e definir o status de cada jogador Tite proporcionou tranquilidade, a qualquer titular, que, sabe que, se errar, não será por pequenos problemas ou cápsulas de minúcias que perderá seu lugar.

Desse modo, os jogadores cu-rinti-ânus não têm a espada sobre a cabeça.

Sabem que não devem errar, mas, se acontecer, terão a confiança e o respaldo do treinador.

Por isto, o time das galinhas atua sempre calmo, relaxado, provido de autoconfiança.

 Bem diferente dos jogadores palmeirenses que não há tempos não chutam bolas de couro, de borracha ou de poliuretano, só bolas incandescentes.

@@@@@@@@@@

Prass, Airton, Ramos, Henrique e Juninho.

Esse quinteto defensivo não representa, apenas, a  nossa melhor formação.

É a única de que dispomos, para que não se promova adaptações arriscadas e inconvenientes ou improvisações.

@@@@@@@@@@

Araújo, Wesley e Valdívia, compõem o meio de campo

Na teoria, só Araújo marca. 

Marca, cobre e alterna os lados como um autêntico "limpador de parabrisa". 

Tarefa difícil que exige força física, fôlego e mobilidade, muito mal compreendida pela maior parte da torcida.

Araújo é operário, mas os manchados e os críticos exigem que seja craque. 

Como são analfabetos em futebol! Não entendem nada!

Marcio nunca foi, não é, e, nunca será um craque!

Porém a sua condição física privilegiada, a sua adaptação tática e sua dedicação ao time, fazem-no  uma peça importante dentro de qualquer esquema. 

Não foi à toa que Kleina não o dispensou e o manteve no grupo com direito a um lugar cativo no time principal!

A importância tática de Araújo é muito grande na contramão da falta de reconhecimento dos manchados e da maior parte da torcida.

Araújo precisa aprimorar a saída de bola, a chegada ao ataque e, quando possível, chutar ao gol.

Na prática, Wesley, a exemplo de Araújo, também marca.

Entretanto, exerce uma função híbrida, uma espécie de volante duplo;

Volta para fazer dupla com Araújo, quando é preciso defender.

Avança para encostar em Valdívia quando o Palmeiras ataca, sendo sempre uma alternativa ofensiva mais pelo flanco esquerdo do campo.

Apesar do bom rendimento contra o São Bernardo, Wesley vem rendendo muito abaixo do que pode, mas a presença de Valdívia parece que lhe fez bem, como, de resto, a todo o time.

Um cracasso como Valdívia tem o condão de acertar qualquer equipe e se ele não se contundisse tanto em 2012, o Palmeiras teria escapado facilmente do descenso.

O palmeirense, agora, tem de rezar para que o chileno se mantenha motivado.

Tem de torcer, também, para que ele evite os cartões gratúitos que recebe e, principalmente, para que Valdívia não se contunda com a frequencia da temporada passada.  

Com ele o time é outro, muito outro, incendiado pela genialidade de um atleta que, em forma, é o melhor do Brasil e um dos melhores do mundo em sua posição.

Creio que, desobrigado de exercer funções operárias de marcação exaustiva o tempo todo, o jogo todo, como queria Scolari, o futebol de Valdívia vai melhorar e fluir cada vez mais.

Evitando o constante jogo de atrito  para o qual era cobrado leoninamente, ditatorialmente por Felipão, fator causal preponderante de suas múltiplas e contínuas lesões, creio que, este ano, não se contunda tanto.

Um pouco mais descansado em razão de um esquema que não disperse tanto as suas energias, o Mago terá todas as condições, como mostrou no último jogo, de pensar, criar e proporcionar as melhores jogadas possíveis ao ataque palmeirense.

Principalmente, de ajudar a fazer Barcos o artilheiro do Paulistão.

@@@@@@@@@@

Maikon Leite, Barcos e Vinicius.

Kleina tem alegado que está jogando ofensivamente em um 4/3/3, mas não é bem assim.

O esquema de Kleina é semelhante ao de Scolari, na medida em que ML e Vinicius recuam para dobrar com os alas e ajudar a defender os flancos, impedindo o avanço livre dos laterais adversários.

Mas a estratégia de Kleina não se resume apenas em marcar, como no tempo de Felipão.

Visa, também, a atrair o adversário para o campo de defesa palmeirense, a fim de criar espaços para o jogo de contrataques.

A diferença reside no fato de Felipão recuar os pontas exclusivamente para marcar e privilegiar a defesa e Kleina, para, além de marcar, puxar o contrataque!

Detalhe: Felipão queria atacar escalando fundistas, não velocistas!

Os ponteiros de Felipão, nunca cumpriram o real papel de ponteiros porquanto eram, simplesmente, laterais de reforço.

Até o velocíssimo Maikon Leite, quando escalado, recuava para atrair a defesa adversária e abrir espaços.

Com sua velocidade, teoricamente, os exploraria, esperando as bolas em profundidade que raríssimas vezes lhe eram lançadas e, na maioria das vezes, muito mal lançadas

O Palmeiras jogava apenas para os lados, sem a projeção dos laterais, sem cruzamentos para a área, porque a maior preocupação não era a de fazer gols, mas, simplesmente, não tomá-los.
 
De mais a mais, os adversários sabiam que o único atacante de velocidade do Palmeiras e a única opção de contrataque era ML, sempre marcado de forma pessoal, com a constante cobertura de até dois adversários.

O lado esquerdo do Palmeiras de Scolari, mesmo nas vezes em que contou com o próprio Vinicius, também um jogador rápido, sempre foi estéril, improdutivo, completamente inofensivo.

Sou convicto, pelo que vejo, comparando o Vinicius da era Felipão  ao Vinicius desta época de  Kleina, é que as funções e órdens passadas anteriormente ao garoto, recomendavam-lhe muito mais marcação do que ofensividade. Por isso, não correspondeu!

Com Kleina, reconheça-se, Vinicius evoluiu;

Pelo que se viu, já não é mais o jogador irritante e improdutivo que vinha sendo até então, menos pela imaturidade, mais pela função inadaptada às suas reais características.

É óbvio que estamos iniciando um processo de remodelação tática, executado em um elenco limitado e reduzido, repleto de jogadores novos e inexperientes que sinaliza sempre que há um enorme caminho a percorrer até que possamos encontrar a regularidade. 

Barcos é a esperança de gols da torcida palmeirense. 

O argentino vem sendo um jogador responsável, bastante produtivo que tem revelado - eu não diria amor - simpatia, respeito, admiração e consideração por nossa camisa!

Não foi sem motivo que tornou-se capitão do time, exercendo, fora de campo, uma liderança muito positiva.

Seu pequeno defeito tático tem sido o de recuar demasiadamente para buscar o jogo.

A fuga da área em determinadas situações nas quais não é abastecido explica-se pelo fato dele querer mostrar serviço. 

Porém, um centro-avante de suas características, deveria permanecer sempre à frente, ciente e consciente de que ainda que a bola não chegue, ele contribui taticamente para o time segurando dois zagueiros adversários - o da marcação e o da cobertura - que ficam impedidos de avançar porque conhecem o seu faro de artilheiro.

O time do Palmeiras para pegar o XV em Piracicaba e tentar engatar a segunda marcha para uma possível série de vitórias, é o mesmo que iniciou o jogo contra o São Bernardo:

Fernando Prass; Ayrton, Maurício Ramos, Henrique e Juninho;.

Márcio Araújo, Wesley e Valdivia

Maikon Leite, Vinícius e Barcos

COMENTE COMENTE COMENTE 

5 Comentários:

  • Às 3 de fevereiro de 2013 12:47 , Anonymous Anônimo disse...

    Caro Alcides!
    Algumas considerações;

    "Reafirmo que continuo cético em relação a Kleina e a sua continuidade à frente de nosso elenco."

    Concordo! Não acredito em Kleina!! Muito inseguro,burocrático, inexperiente, sem carisma, e com pouca inteligência tática( para mim é igualzinho ao Caio Junior).O esquema de jogo da equipe é muito parecido com o do Felipão.Tivessemos, ano passado, contratado um técnico boleiro, que falasse a lingua dos jogadores, como Renato Gaucho, talvez teríamos escapado do rebaixamento).

    Marcio Araujo só funcionaria no Palmeiras( com restrições), caso tivessemos um esquadrão, como na época da Parmalat, onde até o limitado Amaral( ainda um nivel superior ao do Araujo) brilhava e dava conta do recado.

    Valdivia não é craque, é simplesmente gênio( Para mim, um jogador muito acima em relação a Neymar e Ganso e agora Pato( os protegidinhos da imprensinha) Os "profissionais imparciais" da imprensinha sabem disso, e tentam desesperadamente, e de todas as formas, desvalorizar o jogador para que ele possa ser vendido e jogar em seus clubes de coração. E ai vemos imbecis e ignorantes de nossa torcida entrando na pilha dos patifes e pedindo a cabeça do nosso maior craque. Valdivia deve jogar livre, sem preocupação de marcação!! Ah, se ele jogasse nos rivais! Seria a oitava maravilha do mundo!!

     
  • Às 3 de fevereiro de 2013 12:48 , Anonymous Carlão - Santos/SP disse...

    Alcides,
    Belo texto concordo muito com seu modo de pensar, porem quanto ao MAraujo acho que alguem de melhor capacidade tecnica ajudaria muito este novo esquema do Kleina, MAraujo é esforçado, tem folego é um operário e dos bons, porem lhe falta tecnica ele não acerta um passe, carrega a bola as vezes até a area adversária e acaba dando de presente, Não sei se o Souza, Denoni conseguiria fazer a correria do MAraujo então mais uma vez aceito sua sugestão..."PACIENCIA".
    Alias, não só com o MAraujo tambem com MLeite que é outro em que as pernas são mais rapidas que sua inteligencia, esse menino não consegue fazer duas coisas ao mesmo tempo, se corre não olha, se olha esquece a bola, se chuta ou olha pra bola e erra o gol se olha pro gol erra a bola a mesma coisa para as troca passes. Outra ao meu ver o Vinicius é uma boa aposta, no ultimo jogo teve um 1º tempo sofrivel assim como todo o time mas no 2º tempo participou bem robou bolas, trocou bem passes, dribles com velocidade, Gostei.

     
  • Às 3 de fevereiro de 2013 13:04 , Anonymous Alcides Drummond, o Editor disse...

    Carlão

    Abs

    Sei que um jogador com o fôlego de Araújo e uma condição técnica superior seria o ideal.

    Vc há de convir,porém, que ele é o que temos de melhor em termos de experiência para a posição.

    Acredite em mim. Com Valdívia no time até ele vai jogar bem

    O Vinicius, defendendo, é uma lástima e atacando é corredor, mas limitado. Mas ele pode evoluir.

    Vamos dar uma chance a ele, mesmo sabendo que João Pedro e Chico
    são muito melhores.

    ANONIMO

    Seu ponto de vista em relação a Kleina é o mesmo meu, que, como vc poderá observar em posts anteriores fui contra a contratação e apostei que ele não salvaria o time do descenso por todas as razões que você expos.

    O Paulista servirá de laboratório, primeiro a Kleina, depois ao time e essa lamentável situação foi decorrente das eleições tardias.

    Para mim ele não sobrevive, mas vou apoiá-lo esperando que eu esteja errado em minhas premonições

    Isto que vc disse eu venho dizendo há tempos:

    (sic)

    Os "profissionais imparciais" da imprensinha sabem disso, e tentam desesperadamente, e de todas as formas, desvalorizar o jogador para que ele possa ser vendido e jogar em seus clubes de coração.

    É o que eles mais desejam e não reconhecem a capacidade de Valdívia porque decretaram há muito tempo que "o Palmeiras não pode ter craques"

    Abs
    AD

     
  • Às 3 de fevereiro de 2013 16:56 , Anonymous Jorge Araçatuba disse...

    To vendo bambi-sardinhas e hoje to com a certeza.
    O bosta do neto é bambi.
    Tá muito indignado com o gol anulado do bambi.
    Chupa bambi. Quando é com o verdão vcs num ficam felizes?

     
  • Às 3 de fevereiro de 2013 17:17 , Anonymous Jorge Araçatuba disse...

    KKK!!!
    O neto tá "pissuído" com o peneti marcado contra o bambi.
    kkkk!!! Mr. Magoo tbém.

     

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial