Observatório Alviverde

07/05/2015

SEGUNDA-FEIRA, VAI FALTAR UM CORONEL NO TRIBUNAL!

 O DONO DA ARBITRAGEM
 Resultado de imagem para coronel marinho 
Cel. Marinho, sãopaulino, foi cruel com o Palmeiras!

A FPF anuncia para segunda-feira a reunião do TJD para condenar, digo, julgar, Dudu, Valdívia, Vitor Ramos e, enfim, o próprio Palmeiras.

Será uma sessão especialíssima pois despertará os instintos revanchistas dos antipalmeirenses, do colendo e da mídia, a esmagadora maioria.

Da mesma forma, vai fazer rir, de orelha a orelha, noventa por cento dos jornalistas. 

A maioria deles que já age, despudoradamente, exercendo o costumeiro tráfico de influência, que visa a fazer a cabeça dos julgadores, colimando punições pesadas aos atletas e ao próprio clube.

Como se percebe, é recorrente, jornalistas existem que se arvoram em autênticos procuradores, trabalhando forte pela condenação dos palmeirenses e do próprio Palmeiras.

Como muitos deles gostam de dizer sarcasticamente, abertamente e sem o menor pundonor, se for para castigar, como dizem, "os porcos italianos" tudo pode e tudo vale, até transgredir os princípios de respeito e a ética que deveriam nortear a profissão.

Aquilo que disse, ontem, nosso amigo Marco, da entrevista do filho de Flávio Prado com Ceretta, através da Jovem Pan, representa a confirmação nua e crua de nossa constatação e de tudo o que afirmamos.

Em vez de limitar-se a perguntar, como exige o bom jornalismo, o jornalista em questão teceu comentários minimizando e justificando as imperdoáveis falhas, do soldado, digo, do árbitro comandado e dirigido pelo coronel sãopaulino.
 
Sobre esse rapaz vale dizer que eu tinha, dele, uma imagem muito positiva, por tudo o que pude acompanhar de suas participações como comentarista, na Rede de TV.

Aliás, do ponto de vista artístico, o colocava como superior ao próprio pai, um meia-boca, um sãopaulino que deu certo, mas, apenas, em veículos de comunicação assumidamente sãopaulinos ou comandados por sãopaulinos.  

Como os maus exemplos são, na maioria das vezes, assumidos e absorvidos, o rapaz parece que resolveu seguir as pegadas tricolores de seu progenitor, incorrigivelmente faccioso.

Resumindo, noventa por cento dos profissionais da mídia paulistana, muito mais do que rindo de orelha a orelha, estão, todos, g-a-r-g-a-l-h-a-n-d-o.

E não conseguem parar de rir porque sabem que, ao contrário do que ocorre com os jogadores de nossos adversários, as penas a ser impostas aos palmeirenses, mesmo findo o Paulistão,  não serão resgatadas, como é recorrente, mediante cestas básicas ou doações financeiras a instituições de caridade e benemerência .

E não serão, mesmo, ainda que o Palmeiras contrate defendê-lo em todas essas causas, o melhor e mais famoso advogado da área esportiva do país, por exemplo, da estatura de um Valed Perry de minha época ou alguém, de notório saber, conhecimento e influência.  

As causas a serem julgadas na segunda-feira, são, em meu entendimento, literalmente, perdidas!

O que se sente, constata, ouve, lê e  vê, no horizonte esportivo, é, simplesmente, "o prenúncio de penas, (pesadas), previamente anunciadas!

Arrisco-me, porém, a antecipar que a pena de Vitor Ramos será mínima, com tendência à absolvição... 

Servirá, claro, como um anteparo para que o tribunal carregue sobre Valdívia e, principalmente, sobre Dudu.

A pena do clube, por atraso, será a multa de praxe e de lei, mas, preparem-se, porque as penas sobre Valdívia e, principalmente, Dudu, serão draconianas, sem que importam as atenuantes. Quem viver, verá e, mais que isto, constatará!

Eu teria vergonha, enquanto ser humano, de participar desse massacre judicial que se desenha! 

Faço ideia do que fariam determinados jornalistas, se, influentes ou partícipes em julgamentos que envolvessem aspectos políticos importantes ou vidas humanas... Do que não seriam capazes...

Dudu, expulso de campo por ato de agressão reflexo e contido,  -leve empurrão dorsal em Ceretta-, em lance típico de reação à injusta perseguição que lhe moveu o árbitro, torcedor do Santos, está sendo colocado na berlinda, já tido e havido por alguns estúpidos da mídia, como uma espécie de bandidinho da profissão.  

Mas o leve empurrão em Ceretta, repito, atitude extrema de desespero de um jovem jogador, em face de uma injustiça sofrida, comparado ao empurrão raivoso, proposital e extremamente violento, de Emerson Sheik, ocorrido no jogo Curica x Rede Bull, sobre outro soldado, digo, árbitro Luiz Vanderlei Martinucho, não passou de mera carícia.

Martinucho, vítima de pesadíssima e insólita agressão, talvez borrando pelas pernas e abaixo, omitiu-se, completamente e não aplicou as leis do jogo, optando pelo silêncio, como se nada houvesse acontecido.

Certamente que por estar apitando diante da torcida mais feroz e agressiva do planeta, (sempre impune), em um estádio perigoso, desprovido de um necessário alambrado contentor, sua senhoria afinou, fez o jogo dos poderosos, e, convenientemente, sequer um cartão amarelo exibiu ao seu agressor que, se a lei do jogo fosse cumprida, teria de ser expulso e encaminhado ao tribunal.

Pergunto, agora, que atitude tomou o chefe dos árbitros, o coronel da bola, apedeuta completo em arbitragem (ao menos era, será que aprendeu?) em relação ao árbitro poltrão?

Nada, absolutamente, nada! Nadica de nada! Afinal o time do governo não foi prejudicado e isto é, o que mais importa.

E o TJD, que costuma enquadrar jogadores do Palmeiras até por simples entrevistas ou distraídas declarações de que forçariam ou forçaram um terceiro cartão, que providência tomou? 

Teriam, os doutos magistrados esportivos, indiciado Emerson Sheik pela agressão ao árbitro? Por que se omitiram, diante de fato público revestido de uma enorme gravidade. 

Aquela, sim, não a de Dudu, foi uma grande agressão! Mas, apenas Dudu será punido! Cadê o bom senso? A isonomia está em que lugar? Onde jaz a justiça?

Da mesma forma, teria, a mídia, ao menos, cobrado as providências cabíveis? E se fosse Valdívia ou qualquer jogador do Palmeiras que houvesse agido como Émerson Sheik, o que teria ocorrido?

Por que os jornalistas não cobram o tribunal em relação a esse escabroso e escandaloso fato, com a mesma ênfase com que está a cobrar uma severa punição ao jogador palmeirense?

É muita falta de brio, de caráter, de vergonha da parte da maioria dos profissionais, tanto e quanto de tudo o mais que existe em matéria de conduta e de decência profissionais...

Eu disse, na abertura deste post, que vai faltar um coronel no tribunal.E vai, mesmo!

O réu maior teria de ser ele, responsável direto e principal, causa das causas de toda a mixórdia que envolveu o futebol paulista na semana que passou.

Incompetente, tanto e quanto personalista, e autoritário, dois aspectos decorrentes, quem sabe, de sua formação de caserna, o Coronel Marinho, no mínimo, foi muito cruel com o Palmeiras.

Primeiro porque confirmou entre os árbitros cotados e relacionados para apitar a decisão o assumido santista, Sr. Ceretta de Lima, cuja escalação não deveria, sequer, ter sido cogitada.

No domingo anterior o tendencioso soprador de apito houvera brigado com vários atletas do Palmeiras ao final do jogo, mas, entre todos com os quais se indispôs, exigiu que o árbitro central citasse, nominalmente, em súmula, apenas e tão somente o nome de Valdívia.

Da mesma forma, o Coronel Marinho, ao indicar Cereta para o "sorteio" (HAHAHAHAHA) fez questão absoluta de desconsiderar os gravíssimos antecedentes desse árbitro, cujo histórico de prejuízos e depreciações ao Palmeiras foram amplamente divulgados pela mídia palestrina embora fossem, por demais, conhecidos.

Assim, ele entregou a importantíssima decisão do Paulistão a um árbitro faccioso, tendencioso, e, ao mesmo tempo, o mais fraco e insignificante entre os chamados "notáveis" do quadro de apitadores da FPF.

O irmão de PCO, muito melhor, tecnicamente, do que Ceretta, teria sido um mal menor. Muito menor! Marinho sabia disso!

SEGUNDA-FEIRA, VAI FALTAR UM CORONEL NO TRIBUNAL!

COMENTE COMENTE COMENTE

29 Comentários:

  • Às 7 de maio de 2015 10:16 , Blogger rinaldo felippe felippe disse...

    Contra as imagens não tem defesa. Em relação aos outros jogadores de agremiações diferentes, lhe digo uma coisa. Não é porque um não foi punido que os demais não sejam. Um erro não justifica o outro, sou Palmeirense e acho sim que o Dudu merece punição. Chega de impunidade na sociedade brasileira. Vamos dar um basta nisso, burlou a regra tem que ser punido, e outra coisa, vai ser até bom ficarmos sem esse M. Leite de grife.

     
  • Às 7 de maio de 2015 10:25 , Anonymous Anônimo disse...

    Defender o Dudu é lamentável! Post parcial demais

     
  • Às 7 de maio de 2015 10:41 , Anonymous sangue palestrino disse...

    Por que defender o Dudu? Vamos defender o Emerson.

     
  • Às 7 de maio de 2015 10:49 , Anonymous Anônimo disse...

    Achou certo o que fez o Dudu? Jogador irresponsável, esquentadinho que vive tomando cartão e prejudicando o time. Alguém tem que avisar ele de que não é o Edmundo!

     
  • Às 7 de maio de 2015 11:07 , Anonymous alcides drummond, o editor disse...


    Recebo com humildade e grandeza todas as críticas, mormente as construtivas e não as deleto como fazem quase todos os blogs.

    As manifestações neste espaço são livres, desde que formuladas com educação e respeito.

    Aceito,numa boa, as divergências, mas devolvo com veemência quaisquer lições de falsa moral.

    A quem me acusa de parcial eu quero dizer que este observatório é alviverde, não alvinegro ou tricolor.

    Em meio a uma guerra, quem oferece flores ao inimigo, recebe, em troca, balas. Balas de chumbo, naturalmente.

    Há quantos anos atiram no Palmeiras que não se cansa de exercer a ética, de cultivar a humildade, p "fair-play" e a exaltar o bom-mocismo.

    Este blog, assumidamente parcial, ainda assim consegue ser mais justo e imparcial do que 90% da mídia.

    É muita hipocrisia falar em mundo melhor quando se mora no inferno, e se é vizinho do capeta. (AD)

     
  • Às 7 de maio de 2015 11:15 , Anonymous Anônimo disse...

    "Contra as imagens não tem defesa"

    Rinaldo,

    Em qual post, você e os "anônimos" utilizaram das mesmas, para pleitear a marcação de 3 (três), sim, três penalidades não marcadas em nosso favor nas 2 partidas realizadas contra o Santos ?

    Chega de palmeirenses que querem justiça quando é para nos prejudicar, mas que bradam com a mesma desenvoltura quando se trata de nossos amigos.

    Se nem os palmeirenses se defendem destas injustiças, quem o fará ???

    Alexandre Palma

     
  • Às 7 de maio de 2015 11:24 , Anonymous Alexandre Palma disse...

    É por estas e outras atitudes de perseguição contra nossos jogadores que nossa torcida é considerada a mais emocional de todas, bipolar, e acima de tudo, mal-humorada.

    Vamos acreditar nesta equipe, e neste menino, sim, Dudu ainda é um menino, mas já mostrou que não gosta de perder, e isto é uma grande qualidade.

    Cabe à nossa comissão técnica ensiná-lo a usar a parte boa desta característica.

    Alexandre Palma

     
  • Às 7 de maio de 2015 11:32 , Anonymous VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Entendi muito bem o que o Alcides procurou dizer. Existe a máxima: Para os amigos, Tudo. Para os inimigos, a Lei ! Nós sabemos que Dudu errou. Basta não ser cego. Mas queremos e exigiremos que o seu julgamento seja fundamentado legalmente como foi o de Petrus, protagonista de um fato muito mais grave, mas que foi apenado com 3 jogos ! É isso que queremos com Dudu. Que sejam os julgadores "nossos amigos", como o foram com os curintianus. Se é assim que funciona, eu seria um imbecil se desejasse algo diverso para o meu Palmeiras !!! Quanto à Dudu, internamente, que ele seja punido com rigor, e jamais esqueça que sequer ainda ganhou o direito de sentar na janelinha, quanto mais ser comparado com o imortal Edmundo ! Antes, precisa jogar muita, mas muitaaa bola !!!

     
  • Às 7 de maio de 2015 11:54 , Blogger Ricardo Borgo disse...

    Queremos apenas justiça, aliás a que sempre faltou quando aplicada a nós. Quanto aos nossos jogadores, culpa ou não, tenho certeza qaue o fizeram por amor à equipe e que nunca, principalmente nós palmeirenses, devemos puni-los escancaradamente para demonstrarmos ao mundo que temos jogadores problemáticos. Temos que ser totalmente fechados a esse respeito. Somente nós podemos falar mal de nossos filhos, jamais os outros, ainda que estejam errados, sejam culpados.

     
  • Às 7 de maio de 2015 12:36 , Anonymous Marco disse...

    Muito interessante a manifestação do Sr. Rinaldo Felippe Fellipe.
    Não me lembro de ter lido aqui neste blog algum comentário dele,qualquer manifestação, quando alguma injustiça tenha sido cometida contra o Palmeiras dentro ou fora de campo.
    E olha que não foram poucas. Talvez o Sr. Rinaldo não tenha tido tempo para escrever.
    Algum participante assíduo deste blog leu algum comentário dele, defendendo a moral, a ética, a seriedade, a justiça quando o Palmeiras ou algum jogador foi prejudicado?
    Caso tenha lido, peço o favor de escrever relatando para que não seja cometida nenhuma injustiça em relação ao Sr. Felippe.

    Não é só no futebol que deve ser feito justiça e as leis devam ser aplicadas. No caso do Dudu também deve ter respeito as leis. Ele tem que ser punido com o mesmo critério aplicado em casos bem mais graves como o de Petrus e Emerson Sheik, esse reincidente.
    Interessante que neste campeonato paulista, tivemos um agressão praticada pelo Sr. Emerson Sheik que nem mereceu um simples cartão amarelo. Mas vamos fazer justiça com o Dudu, o maior candidato a ser novo Valdívia no Palmeiras.
    O garoto tem sangue quente, precisa adquirir experiência para não cometer os erros que cometeu nessa final, mas seu crime mais sério foi mostrar que tem grande potencial para ajudar o time. Então, vamos podar o garoto desde já.

    Só mais um detalhe, o tema inicial deste texto é a presença de um paraquedista á frente da Comissão de Árbitros, um personagem que faz o Palmeiras colecionar prejuízos ao longo da sua dinastia no comando da arbitragem paulista, mas o ponto que merece maior destaque em nome da ética, da moral e da seriedade é o caso Dudu.
    Vamos punir o Dudu e salvar o futebol brasileiro dando uma lição de moral a todos os jogadores. Talvez uma punição acompanhada uma carta de repúdio a atitude do palmeirense assinada por Petrus e Sheik.

     
  • Às 7 de maio de 2015 12:38 , Anonymous Marco disse...

    Petrus não praticou ato hostil?
    Então, o que o Dudu fez foi ato hostil ou agressão?
    O que é agressão?

    Mesmo peso e mesma medida. Simples.

    Ceretta, Marinho e Furlan serão julgados também?

     
  • Às 7 de maio de 2015 14:19 , Anonymous MestredosMagos disse...

    DIRETORIA FORTE, CAPAZ DE PERCEBER E SE DEFENDER POLITICAMENTE E JURÍDICO DE PONTA.

    Isso que precisamos, resumindo o que o Alcides quis dizer.

    =====

    O Palmeiras deveria ir até o Guarani de Tolima e contratar sem pensar, urgente o jogador Federico Santander.

    Não tem centroavante melhor que ele no mercado.

    Temos jogadores pra envolver no negócio por empréstimo, temos dinheiro, temo sócio torcedor, enfim, TEMOS QUE CONTRATAR ESSE CARA CARALHO.

    Saudações.



     
  • Às 7 de maio de 2015 14:51 , Anonymous VERDE INSUPERAVEL disse...

    Vamos oferecer o Leandro "topete" e o Maikon Leite, por Santander. Vai, Mattos, ligue para lá !!!

     
  • Às 7 de maio de 2015 16:23 , Anonymous Marco disse...

    Não li, não ouvi, qualquer declaração do Dudu, de diretores do Palmeiras, do treinador, de outros jogadores do elenco fazendo comparações do nosso atacante com o Edmundo.
    Portanto, não é justo, não é correto, um jogador do Palmeiras receber criticas porque algum idiota fez comparações.
    Caso ele tivesse se comparado a outro jogador, poderia ser avaliado por isso. Mas ele não abriu a boca para falar coisa alguma.
    Tem sido comum profissionais do futebol do Palmeiras serem criticados por ações ou comportamentos que não praticaram, mas foram atribuídos a eles pela imprensa sensacionalista. Pior, criam-se as polêmicas e jogadores, treinadores ou diretores são obrigados a responder por elas, sem que tenham participação. Claro que estou me referindo ao que é inventado ou aumentado e não as atitudes reais.
    Em relação ao Edmundo, um jogador muito acima da média, com a perseguição que existe hoje contra o Palmeiras, muito mais forte do que na época dele e com a mentalidade que temos em parte da nossa torcida, ele teria vida curta no time palmeirense.

     
  • Às 7 de maio de 2015 17:03 , Anonymous Anônimo disse...

    Olá aos que se dizem Palmeirenses !!! e ficam metendo o pau no nosso jogador Dudu., quanta hipocrisia. Esse garoto tem sangue nas veias assim como todo fanático Palmeirense.
    Quanto a punição, deve ser igual a Petros e nada mais pois o que vier além disso já sabemos do onde parte.
    O Nobre e Mattos precisam URGENTEMENTE fazer o extra campo, pois é aí onde se ganha um campeonato, coisa que nenhum ainda esta fazendo.

     
  • Às 7 de maio de 2015 17:29 , Anonymous VERDE INSUPERÁVEL disse...

    Marco: O "idiota" que fez comparações do Edmundo com Dudu, FOI O PRÓPRIO EDMUNDO. Veja o que Edmundo falou à Globo.com, em 29/03/2015:

    "A esperança de Edmundo é de que Dudu cresça no clube e se torne peça fundamental para a conquista de títulos.

    – É um jogador sensacional, de característica muito parecida com a minha: aguerrido, driblador. Mas precisa criar uma harmonia com a torcida, a torcida acreditar, apoiar, para que ele se solte. Ele tem potencial para fazer história no Palmeiras com a camisa 7. Depois de mim, o Paulo Nunes brilhou também, mas foi pouco tempo. Ficou essa lacuna esse tempo todo. O Diego Souza ensaiou, mas acabou saindo daqui de uma forma não muito positiva. Mas acredito que aquela camisa tem uma energia diferente, e torço para que o Dudu consiga vesti-la com vigor e consiga os títulos para o Palmeiras – completou".

     
  • Às 7 de maio de 2015 18:57 , Anonymous Marco disse...

    Então, se alguém comparou, o alvo de criticas, se o for o caso, é quem fez a comparação e não o jogador atual.

    O Edmundo comparou, mas fazendo observações de acordo com esse texto, disse o que faltava para o Dudu se tornar um grande ídolo.

    Não muda a situação do jogador ter que responder pelo que outras pessoas disseram, mesmo sendo o Edmundo. Este fez um comentário normal que, como sempre para o Palmeiras, se faz um carnaval.

    Dudu, em breve, ocupará o espaço do Valdívia como alvo principal das criticas e campanhas da imprensa, com amplo respaldo da parte torcida que gosta de polêmica.

     
  • Às 7 de maio de 2015 19:21 , Anonymous Anônimo disse...

    Concordo com você Marco.

    Dudu não se alçou a condição de ídolo, não se proclamou um novo Edmundo, não fez propaganda de sí próprio.

    Seu futebol atrevido, seu gênio irascivel e a ânsia da torcida em achar alguém pra idolatrar, ou pra colocar no lugar do Mago, ocasionou essas comparações.

    Dudu ainda não é craque, ainda não achou seu lugar na equipe, ainda não está a vontade.

    Mas acredito no moleque.

    A torcida do Palmeiras adora se desfazer dos jogadores que ainda não cairam em graça.

    Adoram um apelido depreciativo:
    Leandro "Topete", Leandro "Calopsita", Maicon "Milk", "Chinelo" etc.

    Pra quem gosta disso eu sugiro um que não afeta o verdão:

    Cássio "Mão-de-Alface" ou "Alfácio"...

    Dinho Maniasi

     
  • Às 7 de maio de 2015 20:29 , Anonymous VERDE INSUPERAVEL disse...

    Marco: ninguém pediu para o Dudu responder pela comparação que Edmundo fez em relação a ele! Apenas se afirmou, baseado nesta declaração de Edmundo, que ainda falta muito para ele ser comparado ao mesmo, da forma como falta muito para Neymar ser comparado a Pelé.
    E esse tipo de menção a declarações desse teor, é um direito de qualquer cidadão, em um regime democrático, mesmo porque tanto Dudu como Edmundo são pessoas públicas. Por exemplo, o Nobre nunca disse que ele próprio é um cabaço, mas muita gente duz que ele é, inclusive VC.

     
  • Às 7 de maio de 2015 20:35 , Anonymous VERDE INSUPERAVEL disse...

    Prezado Dinho: eu disse Topete, para diferencia-lo do Pereira, ou Banana. Como Pelé é Edson, Gabriel Jesus é Borel, e Manoel foi Garrincha. Mas saiba que não criei o apelido. Mesmo porque não gosto e não chamo ninguém pelo apelido, no público ou no particular.

     
  • Às 7 de maio de 2015 21:26 , Anonymous Anônimo disse...

    Verde Insuperável, falei de forma genérica, e usei o termo porque também já tinha ouvido, apenas de forma explicativa...

    Dinho Maniasi

     
  • Às 7 de maio de 2015 22:32 , Anonymous VERDE INSUPERAVEL disse...

    Entendi perfeitamente o que VC acabou de dizer, Dinho ! E não poderia esperar outra coisa de VC. Pois, no pouco tempo que tenho tido o prazer de escrever nesse Blog, percebi que você é o nosso Ademir da Guia: Tem classe, categoria e não briga com ninguém !!

     
  • Às 7 de maio de 2015 22:39 , Anonymous Marco disse...

    Verde insuperável, nosso objetivo aqui é tratar de tudo o que diz respeito ao Palmeiras e não para fazer disputas pessoais até por termos utilizados.
    Não escrevemos somente sobre o que se comenta aqui, mas tudo o que observamos nos meios de comunicação e redes sociais sobre o Palmeiras e seus jogadores.
    O assunto deste tópico é o envolvimento do clube e de seus atletas em um julgamento e também da atuação negativa que sofre pela presença de um paraquedista na comissão de arbitragem.
    As contestação aos comentários feitos sobre o Dudu foram por notar como tem palmeirense apressado e despreparado que acaba entrando em qualquer onda que aparece na imprensa.
    Nesse sentido podemos esperar que, em breve, colocarão esse garoto na fogueira para ser queimado pela parte inteligente, equilibrada e experiente da nossa torcida. Estaremos vivendo o mais do mesmo, mudando apenas o nome do personagem. Por essa razão a citação de que o Dudu pode ser o novo Valdívia. Qual a finalidade, qual o objetivo, o que vamos ganhar dando corda para uma polêmica sobre um jogador que acabou de chegar ao clube e mostrou ter potencial para nos dar bons resultados?
    Quanto ao nosso presidente, a grande maioria dos palmeirenses reconhece seus méritos, tem noção do trabalho que vem sendo feito na reconstrução do clube e no esforço de trazer o Palmeiras de volta à competitividade do futebol. Exatamente por isso essa grande maioria não aceita que o trabalho dessa direção seja sabotado, seja jogado no lixo por situações como essa do final do Campeonato Paulista. A deficiência do Palmeiras nos bastidores não é exclusividade dessa direção ou do atual presidente e isso já foi colocado aqui por mim e por vários outros participantes. A cultura do clube faz com que seus dirigentes sejam inocentes demais para o mundo do futebol de hoje. As criticas em relação à ausência de uma conduta mais firma estão espalhadas por diversos locais da “Mídia Palestrina”. Apontar as falhas é apoiar muito mais do que só escrever a favor, mesmo quando o rumo está errado.

    Logo após o debate que tivemos aqui, logo que você começou a escrever no blog e depois de esclarecidos todos os pontos, desejei a você muito boas vindas ao nosso grupo. Você demonstrou grande interesse pelo Palmeiras e sentimento pelo clube. Escrevi com toda sinceridade que precisamos cada vez mais de palmeirenses assim. Podemos ajudar muito nosso time criando uma massa crítica, observadora e atenta a tudo que envolve o Palmeiras, especialmente conhecendo a imprensa que temos. Ressalto apenas que é preciso parar de buscar pelo em ovo, pois não estamos em um blog desse tipo, dispendendo do nosso tempo, para ficar perdendo tempo com “picuinhas”. Vamos ser mais produtivos, mesmo sendo um local de troca de informações e comentários. Porém um local que ajuda quem frequenta a avaliar de uma forma diferente tudo o que envolve o nosso time.

     
  • Às 7 de maio de 2015 22:54 , Anonymous Anônimo disse...

    As vezes eu acho a nossa torcida meio carente, sei lá. O fato do Dudu ser polêmico o coloca mais em evidência que seu próprio futebol. E o palmeirense parece gostar e incentivar isso. Exemplo: domingo tinha certeza que ele seria expulso. O estilo nervosinho não vira mais. Xinguei quando foi expulso e agrediu o juiz (é muita burrice). Só que os poucos que disseram aqui que ele errou (será condenado e prejudicará ainda mais o time) foram criticados. Não gosto de jogador assim. O Edmund fazia isso mas no jogo seguinte atropelava. Ainda não vi justificativa pra tanta marra no Dudu. Sei lá estamos entre palmeirenses. Acho q podemos ter sim opiniões diferentes. Defender o Dudu é algo que eu como torcedor não consigo fazer. Que ele cale a minha boca com gols e títulos. Mas não vou minimizar o que ele fez só pq é palmeirense. Nos anos 90 não tínhamos tanto mimimi. Acho q é a fase.

     
  • Às 7 de maio de 2015 23:07 , Anonymous Anônimo disse...

    Eu não curtindo o futebol do Dudu. Já o seu temperamento pode ser trabalhado a nosso favor e não o contrário.

    Para se ter ideia, o Dudu já é odiado pelos torcedores dos outros times. Não facilitem a vida dos anti, mesmo se o Dudu não apresentou grande coisa.

    O que me incomoda é que pelo fato dele ter custado caro, passe a impressão de ser titular absoluto. Isso não é bom para o grupo. Quero ver o Kelvin ou outro fazendo essa posição.

     
  • Às 7 de maio de 2015 23:50 , Anonymous Anônimo disse...

    Palmeiras contrata Fellype Gabriel.

    Dinho Maniasi

     
  • Às 8 de maio de 2015 01:02 , Anonymous VERDE INSUPERAVEL disse...

    Perfeito "Anônimo" e Marco TAMBÉM ! Estamos todos certos. Certissimos ! Cada qual com sua opinião ! O contraditório e a diversidade só nos fazem crescer. É disso que nós precisamos. Este blog precisa expandir, aumentar, vociferar, disseminar, de tanto bom que É ! O Palmeiras precisa muito de nós. Catapultemo-nos acima de nosso pequeno entendimento pessoal. Lancemos nossa semente com vigor. Pois somente dessa forma nossas idéias ultrapassarao os horizontes mais distantes. Que é onde o Palmeiras está, Sempre !!

     
  • Às 8 de maio de 2015 08:24 , Anonymous Marco disse...

    Ao Anônimo do comentário das 22:54



    Creio que está existindo um tremendo mal entendido em relação ao jogador Dudu.



    Não se trata de uma defesa do jogador, mas de colocar em discussão duas situações fundamentais:



    1 - Jogador do Palmeiras não pode ser julgado por um critério que não se aplica aos jogadores de outros clubes, especialmente aqueles favorecidos de sempre. Nosso clube por meio de seu Departamento Jurídico precisa ser competente para impedir que o time perca um jogador importante.



    2 - Em nenhum momento alguém defendeu que o Dudu não errou e que precisa mudar sua conduta. Ocorre que isso é um problema INTERNO do Palmeiras, cabendo ao Departamento de Futebol e à Comissão Técnica exercer o papel de comando e autoridade.



    Em relação à torcida do Palmeiras (parte dela, felizmente não toda), poderia começar a jogar a favor, não alimentando as polêmicas impostas pela imprensa, queimando seus atletas na primeira oportunidade. Caso o pensamento dessa parte da torcida prevalecesse, teríamos sempre um time sempre descartável, pois na primeira situação equivocada de cada atleta, ele seria tocado para fora do clube.

    Um pouco mais de bom senso faria muito bem ao ambiente palmeirense. Muita gente querendo ser mais realista que o rei e fazendo a alegria do nosso profissional e imparcial jornalismo esportivo. Jornalismo que conhece muito bem essa torcida palmeirense e se delicia com ela, vendendo sempre o que ela gosta de comprar, desgraça e polêmica. “Viva o quanto pior melhor”.

    Só no Palmeiras é que jogador bom se torna problema. Jogador de qualidade, caso tenha problemas, cabe ao clube administrar e resolver e não descartar, como aconteceria se a mentalidade “politicamente inocente” se tornasse regra para o time. É muito cedo para afirmar que isso vai acontecer com o Dudu, mas se o palmeirense continuar com essa visão, em muito breve este jogador substituirá o Valdívia na condição de alvo preferêncial.



    Por fim, o caso Dudu monopolizou este tópico e a presença do paraquedista no comando da Comissão de Árbitros não mereceu destaque.

    Dudu prejudicou o Palmeiras nessas finais, mas quantos prejuízos tivemos com esse senhor no comando dos árbitros. Isso parece não sensibilizar nossos torcedores.

    “Quem não se defende, não terá defensores”. Frase que nunca foi tão atual quanto se trata de Palmeiras.

     
  • Às 8 de maio de 2015 08:34 , Anonymous Marco disse...

    Desculpem, preferencial e não preferêncial.

     

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial