Observatório Alviverde

27/07/2015

PORQUE NÃO ME EMPOLGO COM A GOLEADA DE ONTEM SOBRE O VASCO!

 CUIDADO, PALMEIRAS!
Image result for excesso de confiança

Os 4 x 1 do Palmeiras sobre o Vasco foram construídos a partir da melhor qualidade do time palmeirense, tanto e quanto da entrega e do empenho de um time unido, fechado com seu treinador. 

Em razão da goleada e da série de bons resultados, a grande maioria dos palmeirenses está em êxtase, completamente deslumbrada e muitos torcedores já se identificam com o famigerado "já ganhou"! É muito cedo para isso!

Sempre é bom lembrar que o Palmeiras, apesar da boa fase, ainda não passa de um protótipo, isto é, de um time em formação. 

Marcelo Oliveira tem deixado esse recado em todas as entrevistas, às vezes diretamente e, em outras, subliminarmente...

Porém, a empolgação do palmeirense é de tal monta, que muitos já ultrapassam os limites da confiança em direção à autossuficiência. 

Isso é ruim e perigoso, na medida em que pode contaminar os jogadores levando-os a imaginar que o campeonato já esteja ganho!

Como se sabe, há mais quatro jogos a ser cumpridos, referentes ao primeiro turno e mais um segundo turno completo a percorrer, em um certame cada vez mais difícil à medida em que vai afunilando.

Sobre Vasco 1 x 4 Palmeiras, sem querer ser pessimista na análise do jogo, mas, simplesmente, realista, deixo claro o seguinte:

"sem a colaboração do goleiro Martin Silva, o Palmeiras, apesar do empenho, da garra, do espírito de luta, da aplicação tática e, enfim, do time tecnicamente melhor que ostenta, teria tido dificuldades para vencer. Goleada, então, nem pensar!"

Fique claro, isso não retira os inquestionáveis méritos do time, cuja campanha até agora, sob Marcelo, é exemplar.

É óbvio que o Verdão, jogou mais e melhor que o Vasco e venceu outro jogo importante impondo as suas qualidades em termos de técnica, coesão, empenho, gana, obediência tática, raça, marcação e a busca incessante pela vitória.

Começou o jogo exercendo a marcação alta, isto é, à frente, no ataque, na porta da cozinha do Vasco, com o poder de estrangulamento de um torniquete.

Esse, em meu entendimento, o fator que decidiu o jogo e, creio, fatalmente o decidiria com as falhas de Martin, sem Martin, com Jordi ou com qualquer outro goleiro, em face do maior volume de jogo palmeirense!

Há que se registrar, então, como prevenção à contagiosa moléstia do excesso de confiança, a contribuição efetiva do goleiro vascaíno (culpado direto pelos três gols do Palmeiras no primeiro tempo), elemento facilitador da vitória e, principalmente, da goleada.

Isto tem de ser batido, rebatido, colocado e realçado, a fim de que to torcedor alviverde se conscientize que os 4 x 1, têm de ser divididos, sempre, entre os méritos do Palmeiras e a deficiência individual do goleiro adversário.

De prático é bom que se realce a imensa pressão do Palmeiras e o maior volume de jogo do Verdão, que impediu o Vasco, em determinados momentos, de poder sair para o jogo!

Isso desequilibrou, do ponto de vista emocional, não só o goleiro, mas todo o time cruzmaltino, que se enervou, demorou a acertar os passes e esteve acuado dentro de sua própria casa.

O Palmeiras abriu o marcador precocemente, logo aos 3 minutos, com Leandro Pereira em chute rasteiro, de média distância, em bola defensável

Daí para a frente, com a tranquilidade do caminho aberto, o que se viu foi um show de bola do Verdão que ampliou o marcador aos 17 com Dudu, e aos 34 com Vitor Ramos, em outras duas falhas incríveis do goleiro Martin Silva substituído emergencialmente no intervalo por Celso Roth.

O Palmeiras ainda contabilizou, no primeiro tempo, uma cabeçada de Leandro Pereira na trave direita do goleiro Martin Silva.

Registre-se que o Vasco também perdeu, com Herrera, uma chance incrível de diminuir aos 43 do 1º tempo que, se convertida, poderia ser o embrião de uma virada.

Aproveitando-se de uma bola longa pelo lado esquerdo da defesa palmeirense, Herrera (conhecido na Argentina por "casi gol", isto é, quase gol) penetrou livre, driblou espetacularmente Fernando Prass, enganou Jackson, clareou o lance e, com o gol aberto, a sua mercê, soltou uma bomba que inacreditavelmente bateu no travessão.

Deu sorte, o Palmeiras, mas para ser campeão é preciso, também, ter sorte!

No segundo tempo o Palmeiras voltou a marcar aos 9 minutos, novamente através de Leandro Pereira, escorando, de cabeça, um lindo cruzamento de Robinho. 

A partir daí o time se acomodou, recuou e passou a jogar em contra-ataques, perdendo, como de hábito (é preciso acabar com isso) a oportunidade de meter uma goleada histórica sobre o Vasco!

As alterações efetuadas por Marcelo no segundo tempo, não tiveram como objetivo melhorar o time, mas simplesmente, motivar e dar ritmo de jogo a Cristaldo, a Lucas Barrios e a Cleyton Xavier. 

Eles substituíram, respectivamente, Rafael Marques, aos 15 minutos, Leandro Pereira, aos 18 e Robinho aos 30 minutos.

O Vasco descontou com Riascos, aos 23 da etapa complementar, explorando a marcação em linha da defesa palmeirense, penetrando entre Jackson e Danilo que, outra vez, titubearam no lance a exemplo do que ocorrera no lance de Herrera, no primeiro tempo. 
 
Quero deixar a análise do jogo para vocês. De minha parte prefiro, apenas, analisar individualmente os jogadores alviverdes:

Prass esteve, como sempre, bem, tanto e quanto o capitão Lucas.

Vitor Ramos foi o melhor entre os zagueiros. 

Jackson falhou duas vezes, no gol perdido por Herrera e no lance do gol. 

Egídio, estupenda atuação, falhou por não estar posicionado no lance de Herrera. 
Da mesma forma, teve um vacilo no gol do Vasco. 
Trata-se de problema de cobertura que Marcelo terá de corrigir esta semana para o jogo contra o Furacão. 
Melhor para atacar do que para defender, Egídio é, muito mais, meio campista do que lateral. 
Ele, se necessário tem capacidade para substituir Valdívia (quase) a altura! Basta Marcelo querer e o treinar!

Gabriel, outra partidaça. 

Arouca, o melhor em campo no primeiro tempo, bom no segundo!

Robinho muito bem. 

Rafael Marques, bom, eficiente, líder em campo, como sempre!

Dudu, matou a pau!

Cristaldo, muita movimentação!

Lucas Barrios, desambientado e fora de forma.

Cleyton Xavier, esforçado.

Leandro Pereira, o craque do jogo. 

Viram como eu e este blog estávamos certos? 

DEIXE A SUA ANÁLISE...

COMENTE COMENTE COMENTE

NA TV
Muito boa a transmissão de Jader Rocha.

Além de permitir que fugíssemos da cansativa rotina dos narradores paulistas, a maioria escancaradamente antipalmeirense, ele é dono de ótimas dicção e voz.

Da mesma forma, narra com seriedade, sem comentar em demasia, atento, apenas ao audio-visual, sem querer ser engraçado ou aparecer.

Jader, que é jovem, precisa aprender que Palmeiras X Vasco se enfrentando, não são, apenas, oito títulos nacionais que estão em jogo.

Ou foi a turma da produção que teria lhe passado a mentirosa, ou, vá lá (vamos dar a Jader um crédito), a equivocada informação?

Atualize-se, Jader, por favor posto que você é um ótimo narrador e está no mesmo plano de qualidade de Jota Júnior, Luís Carlos e Linhares.

Ricardo Rocha comentando é um atentado ao jornalismo esportivo e a sua história, só superado pelas presenças no vídeo de Carlos Alberto e Edinho.
Como é patética e como desrespeita os jornalistas essa Rede Globo!
(AD)  

23 Comentários:

  • Às 27 de julho de 2015 07:18 , Anonymous BOCA DURA!!! disse...

    Palmeiras foi cirúrgico, fez o que tinha que fazer, aproveitou com maestria as chances que teve ou melhor dizendo as maiores delas. Referente o êxtase dos torcedores e me incluo nestes, valho-me a dizer que a muito não víamos tal perspectiva em avançar e com qualidade neste campeonato, temos comprometimento e grupo coeso na missão, além de tudo isto, temos um técnico de verdade, em todos os sentidos, por que não comemorar? O melhor de tudo que nas entrevistas os atletas tem mostrado os pés no chão, ou seja: torcedor é torcedor e profissional é profissional com visões totalmente diferentes, por isso acredito e não deixarei de comemorar.
    Erros do goleiro deles ocorreram, como pode ocorrer a qualquer outro time, não é justificativa que leve a dizer que isto foi o motivo, o Palmeiras foi superior no domínio e controle das ações, se fosse outro goleiro poderia não ter sido por este placar, más com toda certeza sairíamos vencedores, nem se fosse de 1/2 a zero, isto é fato.
    Avanti Palestra!!! Eu acredito...e você??

     
  • Às 27 de julho de 2015 07:34 , Anonymous TORCEDOR CLOROFILA disse...

    O porque comemoro diferentemente do Alcides e creio a cada dia mais?
    1) Não tem elenco inferior a qualquer dos demais que estão em disputa, ao contrário, ao mínimo se equiparam.
    2) Técnico superior a todos, sem exceção e equilibrado como sua marca.
    3) Apesar de faltar meia como Valdívia, temos outras opções se não para suprir pois substituir craque é utópico, más para armar jogadas como CX e Felipe, que ainda mostrarão o que sabem, é certo.
    4) Comprometimento e união do grupo, é fundamental e sintonia com comissão técnica, querer fazer história como nossa camisa é enorme diferencial, isto existe e fica a cada jogo mais claro.
    5) Deixamos a desejar em relação a tão somente dois times hoje em disputa: Atlético-MG e Internacional-RS no meio de criação, vale lembrar que estes estão formados a mais de ano, Palmeiras é recente e em evolução, Internacional está anestesiado ainda pela liberta. Nossas opções são de melhor qualidade em relação a estes.
    6) Adversários hoje nos veem com outros olhos, passaram a nos respeitar como a muito não se via, é certo que com Valdívia a coisa seria muitíssimo melhor, más mesmo assim, somos Palmeiras, temos atitude e determinação.
    7) Arena que nos faz temido pelos adversários, pois tem o apoio incondicional do torcedor, não comparável a nenhum outro.
    8) Nunca estivemos tanto em evidencia na imprensa escrita, falada e televisiva, apesar de às vezes ser noticiários com a finalidade de conturbar o ambiente, más tal atitudes, só tem uma justificativa: sabem que estamos sendo um dos protagonistas e isto os assustam, e muito.
    Se não chegar a conquista do brasileiro, será por pequeno detalhe, de um trabalho recente e com toda a certeza está impondo medo e tirando o sono a muitos adversários de toda e qualquer espécie.
    Avanti Palestra!!! Eu? Só acredito... e você??? Alcides creia mesmo com os pés no chão, temos razões por fazê-lo, ou não?

     
  • Às 27 de julho de 2015 08:10 , Anonymous VERDÃO INCONDICIONAL disse...

    Avaliação individual pelo PTD:
    Fernando Prass: 8,0
    Uma boa defesa e sem culpa no gol

    Lucas: 8,0
    Voltou a aparecer bem no ataque

    Victor Ramos: 7,5
    Um escorregão quase fatal, de resto foi bem

    Jackson: 8,0
    Partida segura

    Egídio: 8,5
    Vacilou no gol do Vasco, mas comparado com a excelente partida, o erro fica bem pequeno

    Gabriel: 8,0
    Não teve muito trabalho. Leva a nota média

    Arouca: 8,0
    Idem

    Rafael Marques: 8,0
    Muita movimentação e bons passes

    Cristaldo: 7,5
    Entrou numa posição diferente, pelos lados, mas quando o jogo já estava resolvido

    Robinho: 8,0
    Uma assistência e muita disposição

    Cleiton Xavier: -
    Dos que entraram, foi o que teve menos tempo para mostrar serviço

    Dudu: 8,5
    Outra excelente partida do camisa 7

    Leandro Pereira: 9,0
    Matador! Quem diria... Hoje é titular absoluto! Por mérito!

    Barrios: 7,5
    Entrou quando o time já tirava o pé do acelerador

    Marcelo Oliveira: 8,5
    Que baita e marvavihoso técnico!

     
  • Às 27 de julho de 2015 08:16 , Anonymous PADRE QUEVERDE disse...

    Marchello Oliveira non trena o Verdon ........Marchello Oliveira rege o Verdon !!!

     
  • Às 27 de julho de 2015 09:04 , Anonymous VERDE INSUPERAVEL disse...

    Alcides, vc está certo em boa parte de sua avaliação, mas se os 23 primeiros parágrafos de seu texto tivessem sido escritos por um daqueles nossos "inimigos" da Imprensa, todo mundo aqui estaria indignado e "metendo o pau". Não é uma crítica, apenas uma constatação.

     
  • Às 27 de julho de 2015 09:07 , Anonymous VERDE INSUPERAVEL disse...

    O diferencial de tudo isso é MO, e há muito peço a demissão de OO, um péssimo treinador. Esse era o nosso maior problema. E também vale um elogio a Nobre e Mattos, perfeitos em tudo o que fizeram até agora. Depois de anos, o Palmeiras tem GESTÃO, em todos os setores.

     
  • Às 27 de julho de 2015 09:10 , Anonymous VERDE INSUPERAVEL disse...

    Prass foi muito bem, embora pouco exigido. Esta melhorando muito nas saídas de bola. Minha crítica foi pertinente. Só precisa evitar levar bola no meio das pernas. Isso é tarefa de Rogério Cena.

     
  • Às 27 de julho de 2015 09:29 , Anonymous victor tredenski disse...

    COMO É BOM TER UM TÉCNICO DE RESPEITO

    QUE SABE DE BOLA

    E QUE NÃO FICA ENROLANDO

    OBRIGADO, CRUZEIRO

     
  • Às 27 de julho de 2015 09:43 , Anonymous victor tredenski disse...

    FALANDO EM JOGOS NA TV

    ALGUÉM AQUI ASSISTIU BAMBIS X CRUZEIRO?

    ATÉ MEU PAI, INFELIZMENTE TORCEDOR DOS BAMBIS

    IRRITOU-SE COM ODNEI RIBEIRO

    PODE ATÉ SER BOM NARRADOR

    MAS VAI SER BAMBI ASSIM LÁ NOS QUINTOS

    A CADA 5 MINUTOS, ELE LEMBRAVA QUE

    O PALMEIRAS TINHA QUE PERDER PARA OS BAMBIS FICAREM NO G-4

    TODA HORA ESSE INFELIZ FALAVA COISA DO TIPO:

    ''O PALMEIRAS PERDENDO O SEU JOGO, O SP DORME TRANQUILO NO G-4''

    TORCENDO, INDIRETAMENTE OU SUBLIMINARMENTE PARA QUE O PALMEIRAS PERDESSE

    DEU RAIVA ONTEM

    MAIS RAIVA AINDA

    FOI O PÓS-JOGO NO SPORTV

    O TAL FILHO DO DIDI

    ABRINDO O PROGRAMA DIZENDO QUE OS BAMBIS ESTAVAM NO G-4

    LOGO EM SEGUIDA, SENDO CORRIGIDO PELA DIREÇÃO DO PROGRAMA NO PONTO ELETRONICO

    AI SIM, INFORMANDO QUE COM A VITORIA DO PALMEIRAS, OS BAMBIS SAEM DO G-4

    CLARO, COM UMA CARA DE MENINO ORFÃO

    OU DE MERDA, PARA SER MAIS CLARO

    ESPN E SPORTV REALMENTE NÃO DISFARÇAM SEU ÓDIO E DESPREZO AO PALMEIRAS

     
  • Às 27 de julho de 2015 09:55 , Anonymous Edson disse...

    Eu entendo que não pode haver clima de oba oba e já ganhamos, no entanto, faço voz com aqueles que estão felizes e confiantes em uma melhor temporada.
    O time jogou muito bem e amassou o Vasco.
    A forma com que os gols saíram não importa.
    De alguma forma eles têm que sair.
    O curica tem achado gols e está bem colocado na tabela.
    O mais importante foi a posse de bola, a troca de passes e a consciência tática.
    Discordo que o goleiro Martin Silva tenha falhado em três gols. O primeiro chute desviou no pé do Rodrigo e matou o goleiro uruguaio. No segundo, destaco o esforço do Leandro Pereira, que disputou com a cabeça a bola que estava no alcance das mãos de Martin Silva, que por ter baixa estatura, não conseguiu socar como queria.
    Terceiro gol, falha do goleiro e o quarto também normal.
    Em minha opinião, falha do goleiro apenas no terceiro gol.
    Aliás, de acordo com o raciocínio da falha, no gol do Vasco falhou o cansado Egídio, e no quase gol do Vasco houve visível falha da zaga.
    Arouca e Gabriel os melhores.
    Rafael Marques fundamental.
    Leandro Pereira muito bem e com confiança, o que lhe propicia tentar jogadas, o que não fazia antes.
    Com os pés no chão, porém contente e confiante.



     
  • Às 27 de julho de 2015 12:26 , Anonymous SÓCIO TORCEDOR disse...

    Falo por mim, só não estou ainda mais entusiasmado por que não chegou o fim do campeonato, com toda certeza temos um elenco que faz inveja a todos os demais.
    Estarei no domingo tomando café no Allianz Parque, e você? Pelo jeito teremos gente saindo pelo ladrão na arena mais linda do Brasil. Quero garantir já meu ingresso, a torcida mostrará mais do que nunca porque é sensacional.
    Avanti Palestra!!!!!

     
  • Às 27 de julho de 2015 13:20 , Blogger PedroVinicius disse...

    Este comentário foi removido pelo autor.

     
  • Às 27 de julho de 2015 13:20 , Blogger PedroVinicius disse...

    Até parecia que estávamos jogando contra o São Paulo... kkkkkkkkkk

     
  • Às 27 de julho de 2015 13:31 , Anonymous TORCEDOR PONDERADO disse...

    Pintou o campeão!!!!

    A torcida pode ficar eufórica sim!!! Quem não pode são os jogadores e comissão técnica!!!

    Vejam alguns números que podem justificar nossa euforia!!!!!!

    Cravei há algumas rodadas que lutaremos pelo título esse ano. Aliás, já achava isso mesmo na época do Oswaldo. Via e vejo o potencial da equipe. E sabe o que é melhor? É que não estamos jogando o máximo que o time pode, na minha leitura estamos jogando em torno de 65% à 80% do potencial da equipe.

    Melhor ainda que isso, o processo de evolução do time (11 titulares) está sendo dado por fases, sem pressa e consolidando a melhoria de desempenho a cada fase ultrapassada. Ou seja, estamos subindo degrau à degrau a escada da melhoria de desempenho. É dessa forma que se chega ao título.

    Depois que atinge o ápice do futebol a equipe normalmente vai jogar algumas rodadas assim e depois voltará gradativamente aos 90% ou 80% do desempenho é um ciclo natural, lógico tendo alguns jogos que jogue com 100% outros com 70%. Acredito que o time chegará ao pico logo após no inicio do 2º turno Entre a rodada 20 e 30. Conseguindo abrir margem nesse período, a tal “gordurinha” na liderança podemos sim conquistar o título do Brasileirão 2015.

    Só mais alguns números para embasar este otimismo: Com MO o Palmeiras tem números de campeão no ataque(19 gols, média 2,25), defesa(4 gols, média 0,5), aproveitamento dentro(100%) e fora(58%) de casa.

    Na era dos pontos corridos nenhum time ganhou o campeonato com menos de 60 gols marcados, nem levantou a taça levando mais de 38 gols. Mantendo a média atual o Palmeiras chega no fim do campeonato com 66 gols pró e 28 gols sofridos. Os únicos adversários que mantém números de campeão tanto em ataque quanto em defesa são Sport e Atlético-MG. Faço o acompanhamento desses dados há algumas rodadas e desde que o Marcelo chegou mantivemos os números de campeão.

    O mais engraçado é como a mídia ignora isso e nos trata como uma Ponte Preta, ou outro time mediano. Se fosse um queridinho deles diriam: Oh quem segura o Palmeiras? Nossa deixaram o Palmeiras chegar agora aguenta! ….

    Mas, como é o Palmeiras as análises são: Calma, tem muito campeonato pela frente. Vamos ver se o Palmeiras aguenta e blábláblá.

    Seremos campeões como sempre sem apoio de ninguém a não ser de nós mesmos e isso nos basta!

    2015 já é Verde!!!! Avanti Palestra!!!

     
  • Às 27 de julho de 2015 14:01 , Anonymous jj disse...



    HOJE NO BLOG EU GOSTEI DO PADRE KEVERDE!.
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

     
  • Às 27 de julho de 2015 14:02 , Anonymous JULIANA AZEVEDO disse...

    Semeie um pensamento e colhereis um desejo, semeie um desejo e colhereis uma ação, semeie uma ação e colhereis um hábito, semeie o hábito e colhereis um Caráter. Galileu Galilei....com toda certeza era um palmeirense.....
    Só não me senti mais feliz por não estar presente a este jogo, más assistindo pela tv foi indescritível tal emoção como palmeirense que sou. No domingo como é de praxe, levarei meu carinho e apoio ao verdão no Allianz Parque, estamos no caminho certo.
    Avanti Palestra!! Minha vida é você!!!!

     
  • Às 27 de julho de 2015 14:14 , Anonymous jj disse...


    BRINCADEIRAS À PARTE!... VCS PERCEBERAM QUE
    O TIME DO PALMEIRAS EM RELAÇÃO A OUTROS TIMES
    MONTADOS NO PASSADO TEM MUITOS JOGADORES QUE
    TEM BOA ESTATURA E SÃO BONS JOGADORES!

    ÚNICO BAIXINHO É O DUDU MÁS É BOM DE BOLA!..
    ACREDITO QUE um time com jogadores altos e
    bons de Bola metem "MEDO" no ADVERSÁRIO.

     
  • Às 27 de julho de 2015 16:00 , Anonymous VERDE ROXO disse...

    Arbitro, Anderson Daronco (RS)
    Renda- R$ 348.740,00
    Publico, 14.875 torcedores (13.775 pagantes)
    Local, estádio São Januário.
    --
    Pra montar time forte, dependendo duma renda dessas é difícil pro Vasco ou qualquer outro time.

     
  • Às 27 de julho de 2015 16:08 , Anonymous SÓCIO TORCEDOR disse...

    Os ingressos para o jogo de domingo contra o Atlético-PR, às 11h, no Allianz Parque, estão em pré-venda para sócios-torcedores.
    A exclusividade irá até 18h desta terça-feira.
    Já garanti o meu, tá na mão, eu vou e você? Avanti Palestra!!!! Pelo visto a torcida visitante ficará no anel superior, assim sendo nº ingressos disponibilizado será maior do que os jogos anteriores no Allianz Parque.

     
  • Às 27 de julho de 2015 17:02 , Anonymous BOCA DURA!!! disse...

    Não é possível assegurar que o Palmeiras manterá esse nível durante todo o campeonato, porém, é indiscutível a melhora tática e física após a mudança de técnico. Isso comprova o quanto o Oswaldo Oliveira é um técnico limitado e como foi acertada a troca logo no início da competição, antes que o estrago fosse irrecuperável. O que eu não tenho visto é aquela parte da imprensa que defendia a permanência do O.O. se manifestar. E não me venha com o argumento de que ele montou a base para o Marcelo. A verdade é que a imprensa esportiva é oportunista.

     
  • Às 27 de julho de 2015 18:00 , Anonymous NEI VERDE disse...

    Alcides, Concordo plenamente com você, e o M. Oliveira tem comentado sempre: o time ainda não esta pronto..!

    Vamos comemorar, mas sem essa de já ganhou, e pintou o campeão..

    Tem que ir quieto e comendo pelas bera das..

     
  • Às 27 de julho de 2015 19:29 , Anonymous Js1993 disse...

    Ontem tive a oportunidade de assistir o jogo no estádio e só comprovou a minha impressão de que o ponto forte dessa equipe do Verdão é a dupla de volantes.

    Gabriel e Arouca jogaram demais ontem, o primeiro parecia que estava em todos os lugares do campo, realizou vários desarmes, não deixou o Andrezinho respirar em campo e ainda por cima demonstrou uma boa qualidade nos passes. Já o Arouca demonstrou mais uma vez ontem toda a sua categoria, com uma ótima visão de jogo, qualidade no domínio de bola e aparecendo em várias oportunidades no primeiro tempo como mais uma opção de ataque, pegando a dupla de volantes do Vasco desprevenida.

    Para mim, não há hoje no futebol brasileiro nenhuma dupla de volantes melhor do que essa. Parabéns aos dois!

     
  • Às 27 de julho de 2015 23:28 , Anonymous Anônimo disse...

    Quero destacar dois personagens que estão trabalhando de forma espetacular: MO e Dudu.

    Chego a ficar preocupado com essa fase do MO. O cara manja tanto que parece surreal, que alguém vai arranjar um jeitinho de acabar com a festa. Dizem que ele era boleiro dos bons. O velhinho tem uma gana, uma seriedade pela perfeição que dá inveja aos pofexores. Ajudou demais desembarcar com 2 títulos nacionais no currículo e os jogadores sentiram essa força.

    O Dudu é um caso à parte. Quando chegou, antes mesmo das finais, estava se adaptando e não fazendo justiça a esse alarde todo. Teve um amistoso de pré-temporada que pude notar a qualidade do passe e velocidade do rapaz.

    O que pode ter confundido o palmeirense que não acompanhou o Dudu no Gaymio é que ele não é um goleador. Ele erra vários dribles também. Quem esperava isso se equivocou. O moleque tem o diabo no corpo. Corre, passa bem EM VELOCIDADE, volta voando pra marcar, se movimenta que nem doido. Ele é diferente mesmo.

     

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial