Observatório Alviverde

10/03/2015

ESTÁ ME CHEIRANDO MAL A OMISSÃO DE OSWALDO E O DESINTERESSE CLARO DA DIRETORIA PELA RENOVAÇÃO DE VALDÍVIA!


 Image result for valdivia
 Valdívia e Palmeiras ainda não se acertaram

UMA CONSTATAÇÃO E UMA PERGUNTA A TODOS DESTE OAV, A PROPÓSITO DE VALDÍVIA:

À distância parece-me  que o Palmeiras não está se esforçando como se esperava, para reformar com Valdívia.

Oswaldo, com graves problemas de muita gente pra poucas vagas, abordou vagamente a questão, não emitiu nenhuma opinião mais forte sobre a situação e aí é que mora o perigo.
 

O que estará, Oswaldo, maquinando nos bastidores em relação à reforma, considerando-se a sua obsessão e clara preferência por Rafael Mendes?

Mattos em uma de suas últimas entrevistas desconversou e desvalorizou a negociação.

Nobre também está silente e reticente, como se não bastasse ter contratado Cleyton Xavier. Por algum motivo ocorreu e não foi, certamente, à toa! 


Quem sabe ler nas entrelinhas, já pode perceber que o circo, se, de fato, for  armado, (parece que sim, tomara que não) vai creditar a uma suposta pedida salarial abusiva do chileno a recusa do Palmeiras em renovar-lhe o contrato!
 

Estou, com justíssima razão, desconfiado que o Palmeiras está prestes a cometer a enorme besteira de não renovar com o chileno.

A reunião entre o pai e procurador de Valdívia e o clube, marcada para ontem, não ocorreu em razão da ausência de um bastante representante do clube. 

Teria, Nobre viajado? Cícero passou mal? Mattos foi ao banheiro? Impossível que, dos três, ninguém pode se encontrar com o sr. Luis Valdívia.

 Isso, para mim, tem um cheiro acre de desprezo e desinteresse pela manutenção do jogador, mas, tomara, tenha sido, apenas uma estratégia de negócio! Ainda assim estaria, completamente, errada a medida!

O quadro deste momento, estampa essa pessimista, horrenda e desagradável paisagem!

COMENTE COMENTE COMENTE

13 Comentários:

  • Às 10 de março de 2015 20:50 , Anonymous Anônimo disse...

    Prezados Palmeirenses
    não acredito, acho que Palmeiras e Valdivia tem interesse na renovação,se não houvessem seriam maduros e sinceros, bastasse fazer como fizeram com o Wesley. Isto é estratégica da negociação este desinteresse. para tanto basta os valores serem interesses para as partes
    abraços
    Marcelo Dinardi

     
  • Às 10 de março de 2015 21:01 , Anonymous Anônimo disse...

    Tive essa impressão de tanto, tanto fez. Se for para reduzir a expectativa, amaciar a ideia de economizar uns trocados, está sendo feita à risca. Pelo caso Kardec recente, me parece arriscado.

    O pior de tudo é que se gerou uma pressão monstruosa em cima de nada. Nenhuma das partes sequer tiveram contato. Produtividade, salário, prazo, levantados há semanas, tudo não passa de especulação.

    O Mago sentiu a pressão e resolveu disparar pra todo lado. Espero que cale a todos jogando bola.

     
  • Às 10 de março de 2015 21:26 , Anonymous Marco disse...

    Já imaginaram o Nobre levando outra "esfrega" no ano que montou um grande elenco e perdendo um campeonato para um rival que vier a contratar o jogador?

    O Cruzeiro perdeu seus dois grandes jogadores de meio de campo e o time que seria o maior favorito ao título 2015 já não é mais o mesmo, já não é o tão favorito.

    Quem sabe o Nobre dê uma ajuda solidária ao Palestra Mineiro trazendo-o de volta para a briga!

    Já pensaram o Valdívia sendo o responsável pela volta da força do Cruzeiro e ganhando o título em cima do Palmeiras? Depois do ano vexatório do centenário, seria a cereja do bolo no ano seguinte, com esse elenco.

    Não é só perder um jogador, é reforçar e muito um concorrente direto. Citei o Cruzeiro, mas pode ser o Atlético, Inter ou outro concorrente.

     
  • Às 10 de março de 2015 22:23 , Anonymous Anônimo disse...

    Por outro lado, a forma como contrataram o Robinho foi bem conduzida. O coxinha bateu o pé, esperneou, mas preferiu aceitar uma proposta sem nenhum arroubo.

    Acredito que o Mattos tenha um pouco mais de cacife para não repetir o erro do Nobre.

     
  • Às 10 de março de 2015 22:29 , Anonymous Anônimo disse...

    A reunião de segunda feira foi desmarcada para que Mattos fosse receber um premio.

    O pai de Valdívia não foi avisado sobre o ocorrido.

    Valdívia se desculpou publicamente com Mattos e aplainoou o terreno.

    Aguardemos cenas dos próximos capítulos...

    Dinho Maniasi

     
  • Às 10 de março de 2015 22:46 , Anonymous Empresario disse...

    Não nos preocupemos com valdivia, afinal se ele for para outro clube, não vai jogar muitos jogos mesmo. É um jogo ou outro só. Sequência de jogos no campeonato esquece fera.

    Zé roberto já deu uma direta na coletiva afirmando que não considera Valdivia titular absoluto. Precisa dizer mais ?

    Na linguagem do boleiro quer dizer que se Valdivia quiser jogar como titular tem que treinar, mostrar e provar para elenco que tem condições, coisa que não faz hj. Se o treinador mexer no time para causa de seu nome perde o grupo. É uma cilada binho !

    Sacaram ?

    valdivia está fora do Palmeiras.

     
  • Às 10 de março de 2015 23:15 , Anonymous Anônimo disse...

    Empresário sabe de nada. Eu vejo que o Mago pode perder uma boa oportunidade de fazer parte de um elenco competitivo.

    Sei que é grana no bolso, mas pelo andar da carruagem de dona Dilma, ninguém está interessado em gastar muito por alguém com o histórico do Mago. Afinal, ele só começou a treinar com bola Sábado passado.

    Eu não descarto que ele vá para outro time brasileiro, porém se houvesse alguém, Valdivia pai tiraria da manga do paletó.

    O Mago pode voltar para o Colo-Colo, é claro. Pra ganhar 1/3 do que ganharia aqui, mesmo com redução. Quem sabe um habib louco não pague uns US$ 500 mil para ele aposentar fritando nas arábias?

     
  • Às 10 de março de 2015 23:26 , Anonymous Anônimo disse...

    Zé Roberto não disse :

    Valdívia não é tirular absoluto!

    Zé Roberto disse :

    Não vejo no Palmeiras HOJE nenhum titular absoluto!

    Acho que ele também se incluiu, além do que, HOJE Valdívia não está jogando, amanha.....

    Dinho Maniasi

     
  • Às 10 de março de 2015 23:54 , Anonymous Doente(verdão) disse...

    Concordo com o empresário! Para ficar com o tumultuador de ambiente, o Valdivia, hoje, só com uma redução de salário e se ele baixar a bola! Lá vem ele e seu Twiter para encher o saco! Pelo que ele recebeu esse último contrato, pode fazer as malas! Além do mais, hoje Valdívia voltar ao elenco pode ser um risco de estragar um grupo que está se formando e parece que vai dar liga... Perguntei outro dia para meu Pai, Palestrino de longa data sobre o Mago e a resposta dele foi: "o Valdivia, esqueçe, esse não joga mais pelo Palmeiras!" Será?

     
  • Às 11 de março de 2015 00:06 , Anonymous Doente(verdão) disse...

    Se vocês tivessem um funcionário muito talentoso e inteligente, mas malandro e esse funcionário fosse para a Disney no momento que a empresa mais precisava dele e depois de voltar ainda ficasse criando polêmicas públicas(fisioterapeuta, café Rio de Janeiro, insatisfação pública) quando o clima da empresa tem tudo para melhorar, o que vocês fariam com esse funcionário! Sem emoção, por favor! Sem pulso firme esse Valdivia deita e rola em cima de qualquer dirigente...

     
  • Às 11 de março de 2015 09:18 , Anonymous Marco disse...

    Sempre tivemos bons debates aqui. Vários participantes manifestando opinião sobre os mais diversos assuntos relacionados ao Palmeiras escrevendo de acordo com suas convicções, com o sentimento palmeirense sobre o que julgam melhor para o clube. Entretanto, após analisar diversas mensagens postadas aqui, em vários espaços de internet, após ver pela imprensa uma série de reportagens e uma série de manifestações em redes sociais, temos tudo para desconfiar que neste caso Valdívia o que está em andamento não é um debate, mas uma campanha explicita para tumultuar o ambiente e atrapalhar sua renovação. Pelo desconhecimento de algumas características do Palmeiras, até o Alexandre Matos entrou na onda e se manifestou publicamente. Deveria fazer o que fez até agora, negociar em sigilo e só se manifestar no final do processo.
    Li acima a expressão tumultuador de ambiente, como? Quem começou toda essa fumaça pelas redes sociais, pelos blogs, pela imprensa foi ele? Ou será que foi a tropa de choque a serviço da não renovação?
    O jogador Valdívia, neste tempo de Palmeiras colecionou uma série de inimigos, na torcida, na imprensa e dentro do clube. Criaram um ódio enorme ao jogador e nessa situação de renovação não estão medindo esforços para que o jogador não renove seu contrato. O pior desse ódio é que ele foi criado pelo fato do jogador não fazer “agrados” a determinados setores que orbitam o clube.
    Não adianta argumentar que o aproveitamento de pontos com ele em campo é muito superior, que foi responsável direto pelo Palmeiras chegar à final e vencer a Copa do Brasil, que o título não seria possível sem ele e, principalmente, que o time estaria na série B, hoje, se a negociação com os árabes tivesse dado certo. Até informações médicas sobre a natureza da sua lesão crônica são consideradas irrelevantes.
    Valdívia teve problemas no Palmeiras, viveu situações negativas, não há dúvida, especialmente na gestão Tirone onde o clube era uma terra sem lei, uma casa da mãe Joana. Só que esse período acabou e há um bom tempo o comando sobre o futebol é outro, especialmente neste ano com profissionais de reconhecida competência no comando do futebol do clube. Para isso se paga grande salário para treinador, gerente de futebol e administrador. Para lidar com Rivaldo Genérico ou Felipe Menezes, qualquer um serve.
    O que mais preocupa nessa história toda é a tropa de choque criada para sabotar o Palmeiras sob o discurso de que estão defendendo o melhor para o clube. Quando Valdívia sair, qual será a bandeira de defesa para os interesses do Palmeiras a ser adotada?
    Enquanto isso, enquanto se polemiza sobre o Valdívia, o time do Jardim Leonor fique em paz para tentar resolver seu problema de atrasos de direito de imagem.
    A maior preocupação neste caso não é se o jogador vai renovar ou não, pois ninguém é insubstituível, por melhor condição que tenha, a maior preocupação é perceber que em torno do Palmeiras existe um clima muito ruim, pessoas desonestas, mal intencionadas, lobos em pele de cordeiro esperando de tocaia o menor momento para interferir negativamente nos destinos do clube. Para um ano onde o Palmeiras montou um elenco para disputar título, a perspectiva de sabotagem é preocupante. Tem muita pilantra se fazendo de santo em torno do Palmeiras. Assim como no inferno, em torno do Palmeiras estamos cheios de pessoas “bem intencionadas”. Valdívia é apenas a “bola da vez”.

     
  • Às 11 de março de 2015 09:35 , Anonymous Anônimo disse...

    Alcides,

    Gostaria da renovação, contanto que o Mago aceite contrato por produtividade: jogou, recebeu!

    Por outro lado, Alcides, gostaria de saber como você interpretou as palavras do Mago: "Só espero que não aconteça igual ao ano passado que o time quase caiu, quando a maioria dos jogadores tinha contrato produtivo".

    Será que ele quis dizer que a culpa era do contrato de produtividade e não daquele monte de jogador pereba que tínhamos?

    Abraço, Hudson

     
  • Às 11 de março de 2015 09:48 , Anonymous Marco disse...

    No tópico anterior, respondi a um amigo participante tradicional deste espaço sobre o uso da palavra medíocre para classificar a resposta da rgt para um grupo de palmeirenses.
    Repasso aqui o comentário, em termos gerais:
    ============

    Espero que sua crítica ao uso da palavra medíocre não tenha sido sobre a manifestação a respeito da carta resposta da rgt.
    Classificar uma opinião como medíocre é uma coisa muito diferente de atribuir como medíocre uma resposta falsa.
    Ofensivo é responder aos palmeirenses que não passa nossos jogos pela falta de time competitivo. Então para eles, todo mundo é competitivo e o Palmeiras não?
    A política da rgt sobre o Palmeiras não é medíocre?
    Quem está ofendendo, nós ao usarmos essa palavra ou a rgt na forma que nos trata?
    Em relação aos participantes, temos que respeitar opiniões sim, mas ao mesmo tempo tentar perceber quando é um participante normal ou alguém que entra no blog com objetivos nada palmeirenses.
    (temos aqui participantes tradicionais manifestando as mais diversas opiniões, mas também temos muitas participações estranhas)
    Noto em geral que nos preocupamos com expressões utilizadas, que para um bem maior devem ser evitadas, mas deixamos passar manifestações escritas com palavras bem educadas, bem colocadas, mas com uma mensagem negativa e prejudicial muito maior.
    Tem um famoso jornalista (aliás, ele nem é jornalista) que é mestre nisso. Sabe escrever muito bem, usa sempre os termos politicamente corretos, mas se tornou ao longo dos anos um dos maiores inimigos que o Palmeiras tem na imprensa.
    Na essência, concordo plenamente que se evitem algumas expressões, mas faço esse alerta sobre a manifestação de “colarinho branco” e sobre o “profissionalismo” da rgt. Precisamos tomar muito cuidado para que a crítica a uma palavra ou expressão não se torne maior do que o fato.
    Para mim não vale o conceito de que a má intenção, a má fé, pode ser aceita desde que expressa com palavras educadas. Não se tolera as palavras, mas toleram-se os atos.
    Também não podemos nos esquecer da “ação e reação”. No Palmeiras já estamos saturados de ser atacados de todos os lados. Contra nosso time, todos os termos pejorativos podem ser usados, sem a menor restrição.

     

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial